terça-feira, outubro 09, 2007

Notícias: a cura dos filmes

Quantas vezes não sentimos que determinado filme nos deixa incrivelmente preenchidos? Quantas vezes não saimos do cinema com vontade de voltar, de ver novamente aquela película que nos deixou tão bem-dispostos, que tinha tudo a ver connosco?

Pedro Marta Santos diz-nos que os filmes podem também ser encarados como um "medicamento", uma forma de terapêutica. É este o mote para a sua obra, "Guia Terapêutico de Cinema - Como curar insónias, fobias, depressões e desastres amorosos". Escrito de forma descontraída e encarando sempre a Sétima Arte como forma de curar " noites em branco, males do coração, dores de espírito, ataques de preguiça e crises moderadas de parvoíce ", Pedro Marta Santos faz uma listagem de filmes e séries, dividida por capítulos e parologias. O tratamento inclui filmes "prioritários" e "genéricos", sendo que são ainda indicados "outros medicamentos" - ou seja, mais filmes que possam ajudar o "paciente" em questão a melhorar.

Deixamos então algumas frases que se encontram na contracapa deste livro muito original, cuja ideia pode, sem dúvida, ser aproveitada por muita gente!

«Há filmes maus e bons, sombrios e brilhantes, enfadonhos e enternecedores.E há filmes que ajudam a salvar vidas.Esperamos que este livro, modestamente, ajude a tornar a sua um bocadinho melhor.Só mesmo um bocadito.Coisa mínima.Um ou dois gramas»

Fontes:

1 comentário:

RockOn disse...

Ora aí está uma boa sugestão!;)
Vou ver se o encontro algures por aí.
Beijos