sexta-feira, janeiro 04, 2008

Estreias: "Jogos de Poder"

Um elenco de luxo e um argumento fora do comum fazem com que "Jogos de Poder" seja,à partida, um filme merecedor de atenção.

Do realizador Mike Nichols (o mesmo do filme "Perto Demais"), "Jogos de Poder", que no original se intitula "Charlie Wilson's war", reúne nomes como o de Tom Hanks, Julia Roberts e Philip Seymour Hoffman.

De acrescentar ainda que este filme se baseia na obra de George Crile, que é um best-seller nos Estados Unidos.

Vejamos então um resumo de "Jogos de Poder", seguido do seu trailer!

«Jogos de Poder» (Charlie Wilson’s War no título original) é a extravagante história verídica de como um congressista, que gostava de passar um bom bocado, uma VIP de Houston, que adorava uma boa causa, e um agente da CIA, que adorava uma boa luta, conspiraram para levar a cabo a maior operação secreta na história.

Charlie Wilson (Hanks) era um congressista solteiro do Texas, cuja personalidade amiga da boa vida mascarava uma astuta mente política, um profundo sentido de patriotismo e compaixão pelas vítimas de injustiça. No início dos anos 80, com o avanço da invasão russa, essa vítima era o Afeganistão.

Amiga de longa data de Charlie, sua patrona frequente e, por vezes, amante, Joanne Herring (Roberts), era uma das mais abastadas mulheres do Texas e fervorosa anti-comunista. Convicta que a resposta americana à invasão do Afeganistão era, na melhor das hipóteses, anémica, ela incitou Charlie a oferecer aos Mujahideen - os lendários combatentes pela liberdade naquele país - o que mais ninguém podia garantir: fundos seguros e armas para erradicar os agressores soviéticos da sua terra.

O parceiro de Charlie neste árduo empreendimento era o agente da CIA Gust Avrakotos (Hoffman), um ‘bulldog’, operacional administrativo que trabalhava com membros de sangue azul da Ivy League desdenhosos dos seus talentos.

Juntos, Charlie, Joanne e Gust viajaram pelo mundo para formar uma improvável aliança entre paquistaneses, israelitas, egípcios, legisladores e uma dançarina de dança do ventre. O seu sucesso foi notável. Durante os nove anos da ocupação do Afeganistão, o fundo dos Estados Unidos para operações secretas contra os soviéticos passou de 5 milhões para 1 bilião de dólares anuais, e o Exército Vermelho acabou por retirar do Afeganistão.»

Fonte: http://cinema.sapo.pt/Xw1A/797326.html

1 comentário:

RockOn disse...

Quero dizer que estou mesmo agradecido pela ajuda que me dás sempre que o mundo dos blogues resolve dificultar.me a vida!
Impecável mas isso já não é surpresa nenhuma!
um beijo grande!