domingo, Agosto 05, 2007

Filmes para crianças?

Actualmente, os grandes êxitos de bilheteira são, cada vez mais, filmes normalmente considerados "para crianças". Contudo, há que rever exactamente o que são estes filmes, bem como o que os torna apelativos.

Vejamos o exemplo do actual campeão de bilheteiras em Portugal; o filme "Harry Potter e a Ordem da Fénix" tem como principal atracção o facto de ser uma adatação cinematográfica de um livro que vendeu milhões de exemplares por todo o mundo, sendo que trata as aventuras de um jovem aprendiz de feiticeiro. Filme para crianças? Basta olhar para os números e vemos que não são apenas os mais novos quem se dirige ao cinema para ver este filme. Pais e filhos, jovens e adultos, pessoas de todas as idades se confessam fãs desta e de outras películas cuja classificação coloca no lugar de filmes infantis.

O que os torna tão apelativos? Se, por um lado, o humor e o entretenimento são grandes componentes deste género de filmes (veja-se o caso de "Os Simpsons: o filme", "Shrek" ou mesmo "A idade do gelo"), por outro, os filmes para crianças passam a ter mensagens que não se dirigem unicamente aos mais novos. Se virmos com atenção os filmes de Harry Potter, descobrimos que as aventuras do jovem Harry destacam valores e necessidades com que o público em geral se pode identificar. Não esquecer, contudo, que esta tendência se vem desenvolvendo desde os primórdios da Disney, quando histórias infantis começaram a ensinar às crianças a importância do amor e da amizade, a diferença entre o bem e o mal, a coragem e a cobardia.

Talvez seja altura de ver estes filmes com outros olhos. Talvez seja importante levar os mais novos ao cinema, mostrar-lhes que existe um mundo para além da Playstation e dos desenhos animados que se limitam à violência gratuita.

Afinal, talvez os filmes para crianças não sejam tão infantis.

Artigos com interesse sobre este assunto:

Sem comentários: